sexta-feira, 30 de março de 2012

* Dicas para Pais de Disléxicos


Dicas para pais de disléxicos para ajudar no dia-a-dia. Dicas para pais de disléxicos tornando o ambiente familiar calmo e relaxante, sem ansiedade, inquietação e zanga.


Disléxicos e Pais

Como qualquer criança, os disléxicos necessitam do apoio dos pais. Não só para a satisfação das suas necessidades imediatas e físicas, mas também para os ajudar a criar mecanismos para ultrapassar as suas dificuldades.
Usar exercícios criativos que envolvam a memória, tais como recitar poemas infantis em conjunto, ler poemas, utilizar mímica, teatro, falar de imagens, utilizar a acção, os jogos de tabuleiro, jogar a pares, aplaudir as sílabas e cantar músicas, podem ser muito úteis.
Trabalhar a auto-estima da criança também é fundamental. Lembre-se que esta é minada constantemente na escola, a criança ou adolescente com dislexia ouve, de forma diária, que não é capaz, que não é igual, que não contribui de forma significativa e por isso não é bom. A família deve contrabalançar e fornecer à criança toda a segurança que esta necessita, salientando os aspetos positivos.


Dicas para Pais de Disléxicos

Estas são algumas dicas/estratégias para pais que poderão revelar-se importantes:
Incentivar a prática de exercício físico, em que se promova o atirar, capturar, chutar bolas, saltar e treinar o equilíbrio;
Incentivar a prática de actividades lúdic
as e artísticas, como dança, pintura ou outra que a criança se sinta inclinada;
Incentivar o gosto pela leitura, usando a linguagem dos livros — as imagens, as palavras e as letras — para perceber que os livros podem ser analisados, lidos e desfrutados, vezes sem conta;
Mostrar como segurar num livro, de que forma ele abre, onde começa a história, onde é o topo da página e que direcção segue o texto, apreciar as imagens;
Promover o aspecto cultural: visitar museus, assistir peças de teatro ou musicais,conhecer outras cidades, etc
Ajudar a criança disléxica a aprender a seguir instruções, por exemplo, “por favor pega no lápis e coloca-o na caixa”, e fazer gradualmente sequências mais longas, por exemplo, “ir à prateleira, encontrar a caixa vermelha, trazê-la para mim”. Incentivar a criança disléxica a repetir a instrução antes de a realizar.



Fonte: http://educamais.com/dicas-para-pais-de-dislexicos/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário